Bruno Lisieski Steinbrück, 18 anos, estagiário na Manuntenção de Dinâmicos Sul da Q-2

"Sou aluno do curso técnico de Mecânica e o estágio é parte obrigatória da nossa grade curricular. Por isso, no ano passado, comecei a pesquisar empresas que poderiam colaborar para a minha vida profissional. Conheci a Braskem na escola. A empresa é vista como uma ótima formadora de profissionais e esse foi o principal motivo pelo qual eu quis trabalhar aqui.

A Braskem é referência no ramo da manutenção mecânica e vi que teria muito a aprender, se conseguisse entrar na companhia. Assim, me inscrevi no processo seletivo de Jovem Técnico, que tem várias etapas. Se compararmos com o processo de outras empresas, diria que esse é um dos mais longos e concorridos, mas não se pode desanimar. Acabei iniciando minha jornada na companhia como estagiário técnico, em janeiro deste ano.

Uma dica que posso dar para quem deseja participar do programa Jovem Técnico é tentar mostrar a sua personalidade da melhor forma possível, sempre com sinceridade, e dar o melhor de si em cada fase. Querendo ou não, ficará bem claro no decorrer das etapas que é isso que diferencia cada candidato.

Dentro da empresa, a rotina é dinâmica e de muito aprendizado prático. Meu Líder é muito importante no meu desenvolvimento e percebo que usa muito de seu próprio conhecimento para me guiar da melhor forma possível, colaborando muito com meu crescimento profissional, além de tirar dúvidas e aconselhar.

O maior aprendizado que tive - e que vou levar para a vida - é a importância de ter e manter bons relacionamentos com os colegas de trabalho, sejam eles Integrantes ou terceiros, para o bom andamento das tarefas e da empresa como um todo."

"Mostre a sua personalidade sempre com sinceridade e dê o melhor de si em cada fase. Querendo ou não, ficará bem claro no decorrer das etapas que é isso que diferencia cada candidato."